A metafisica da pintura de Vivian d'Utra - Tribuna

A metafísica da pintura de Vivian d’Utra
Aldo Tripodi




Será aberta hoje, na Galeria do Livro e Arte do Espaço Unibanco de Cinema, na Praça Castro Alves, a mostra individual de Vivian d’Utra. Aproveitando transcrevo um texto de sua trajetória por achar importante.

“Nasci em São Gabriel RS,quando criança, sempre fui muito ligada à natureza e animais de estimação, e já gostava das artes, inspirada nas obras de minha dinda Leda Momback, mas foi aos 16 anos que pedi, tela, tinta e pincel ao meu pai, movida pela vontade de começar a pintar, meus familiares perceberam a afinidade e me proporcionaram um curso de pintura com Neiva Mario, aprimorando as técnicas em pinturas (óleo sobre tela).
Aos 20 anos, mudei para Salvador,vim morar com a minha mãe, onde fiquei encantada com a cidade e a hospitalidade do povo baiano, onde encontrei inspiração para uma nova fase . Em 2002, entre formas e cores, surgiram Seres de Luz: um colorido intenso, mas que ainda não revelavam suas faces... Passou - se 1 ano e, conheci Menelaw Sete , foi à pessoa que incentivou a arte e, desde então, perseguir o caminho de luz: uma forma livre de expressão ... E as faces começavam a se revelar!
Estudei desenho de observação, no Museu de Arte Moderna em 2003, com Isa Muniz, onde aprendi, através da sua paciência de ensinar, a observar a vida de forma diferente. Em 2008 iniciei estudo de Artes Visuais na universidade Católica de Salvador, onde também encontrei pessoas importantes em minha trajetória. Atualmente estou realizando curso de restauração e conservação, aprendendo uma nova arte.
Durante meu percurso de artes segui algumas influências em que me ajudaram a descobrir meu próprio estilo, mas hoje apenas deixo que a arte flua de forma natural e intuitiva, permitindo que os pincéis se movimentem de forma livre, pois acredito que a arte acontece a cada momento e é preciso se entregar e decifrar o que o universo quer nos dizer.
Em julho estarei realizando a vernissage Fragmentos do Ser, onde apresento obras em visão espiritualista, pois diante deste mundo turbulento ha uma necessidade de olhar para dentro conectando – se com o divino, despertando a luz interior existente no ser, percebendo que somos seres de luz, Fragmentos do Ser Superior.A cada momento somos agraciados com um sopro que nos mantém vivos e vitoriosos e a este, se deve a EXISTÊNCIA”.
Recebeu do consultor, sensitivo e escritor agraciado como prêmio de maior mentalista mundo no Japão e Colômbia Ivan Trilha “Querida Artista Maior Vivian e família... tuas obras, com as sublimes cores do arco íris e da iluminada Bahia, são um despertar da espiritualidade maior em cada ser. Um convite para uma festa interior e um momento de cura. Felicitações! De coração a coração;”
De fato a obra de Vivian d’Utra traz estes elementos metafísicos e espiritualistas o que não muda a sua condição de artista só por usar um tema que comove.